Lafepe apóia Programa mais Vida da Unilever | LAFEPE

Lafepe apóia Programa mais Vida da Unilever

O LAFEPE disponibilizou suas duas unidades móveis oftalmológicas para a Prefeitura de Araçoiaba, e durante cinco dias foram realizados mais de quatrocentos exames oftalmológicos na população através do Projeto Mais Vida. O Projeto Mais Vida é financiado pelo Instituto Unilever, e tem como objetivo a melhora da qualidade de vida dos habitantes de vida das cidades por meio da elevação do seu IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

O município de Araçoiaba tem um dos menores IDH do estado. O projeto Mais Vida vem sendo desenvolvido na cidade desde o ano passado, e está programado para durar até 2007. \”Dificilmente disponibilizamos nossas duas unidades móveis para um mesmo lugar, mas como precisávamos respaldar o Projeto Mais Vida liberamos as duas viaturas e a resposta que obtivemos foi bastante positiva\”, explicou o diretor comercial do LAFEPE, Carlos Alberto Barbosa. Uma das metas do projeto no município é alfabetizar 2500 pessoas.

Apesar do bom andamento na prática das ações, foi observado que muitos dos habitantes sentiam dificuldade no aprendizado. \”Observamos que muitas pessoas tinham problema na visão, daí a dificuldade no aprendizado\” , comentou Sílvio Freitas, um dos coordenadores do programa de alfabetização.

Para equacionar o problema, a Prefeitura de Araçoiaba e o Instituto Unilever convidaram o Serviço Oftalmológico de Pernambuco \”SEOPE\” e o LAFEPE, para, em parceria, realizarem exames oftalmológicos na população. O LAFEPE disponibilizou suas duas unidades móveis e, durante cinco dias, os oftalmologistas Danielle Cabral, Mirele Souza Leão e Luiz Felipe Lynch, atenderam mais de quatrocentas pessoas. \”Com estas unidades do LAFEPE tivemos a oportunidade de fazer um atendimento bastante expressivo. Procuramos orientar os nossos pacientes e, os casos de cirurgia encaminhamos para a Prefeitura\” , ressaltou o Dr. Luiz Felipe.

Laboratório Farmacêutico do Estado de Pernambuco Governador Miguel Arraes

Av. Dois Irmãos, 1117, Dois Irmãos - Recife - PE / CEP: 52171-010 /

Telefone: (81) - 3183.1100 / CNPJ: 10.877.926/0001-13



Equipes do Lafepe treinam para usar encartuchadeira automática

Equipes da Divisão de Sólidos e da Manutenção do Lafepe, em treinamento para operar a mais nova aquisição da Casa: a encartuchadeira automática para embalagem tipo blister – mais conhecida como cartela. Técnicos da Fabrima passam as orientações para que, em breve, o equipamento entre em operação seguindo os padrões recomendados pela Anvisa. Com capacidade para embalar até 200 cartuchos por minuto, o equipamento dará uma maior agilidade ao processo de embalagem secundária dos produtos Lafepe. É a tecnologia de ponta à disposição do laboratório pernambucano.

foto-1-img_20160928_152259079

Universitários das UFRPE visitam a área de pesquisa do Lafepe

Na manhã desta segunda-feira, dia 19, estudantes do curso de Zootecnia da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) estiveram na sede do Lafepe, em Dois Irmãos. No laboratório pernambucano, considerado referência no setor farmacêutico e acadêmico, os alunos conheceram a área de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D).

Na estrutura do Lafepe, puderam conferir as etapas das pesquisas que antecedem a produção do medicamento, dentre elas, a manipulação das amostras e o desenvolvimento e avaliação das fórmulas. As informações coletadas durante a visita vão subsidiar o trabalho que os alunos apresentarão em uma das disciplinas de conclusão de curso.

foto-1-img_20160919_103906738

Estudantes de Farmácia e de Logística visitam o Lafepe

Estudantes de nível superior e técnico buscam no Lafepe referências para complementação de seus aprendizados. A cada semana muitos são os alunos que visitam a sede do laboratório pernambucano, no bairro de Dois Irmãos, com o objetivo de visualizar os aprendizados vistos em sala de aula.

Na quinta-feira, dia 15, por exemplo, estudantes do 1º período do curso de Farmácia da Faculdade São Miguel estiveram no Lafepe para conhecer a estrutura da área de produção de sólidos, especificamente quanto ao uso dos equipamentos de segurança.Visita feita, os 15 alunos produzirão relatório para apresentar na disciplina de biossegurança, ministrada pela professora Cynthia Oliveira, que acompanhou o grupo.

Já na sexta-feira, dia 16, o Lafepe foi visitado por estudantes do curso de Logística do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), da unidade Cabo de Santo Agostinho. Os alunos conheceram os galpões de armazenamento de matéria-prima, embalagens e produtos acabados.

Nas áreas, puderam conferir todas as medidas adotadas para o bom desempenho logístico do laboratório pernambucano. Agora farão relatório final para conclusão do módulo de gestão de distribuição, ministrado pelo professor Marcos Muniz, que acompanhou a programação no Lafepe.

visitas-2

Alunos do Paulista recebem óculos de grau do Lafepe

Em encontro realizado na manhã desta quarta-feira, dia 14, na Escola Municipal Manoel Gonçalves da Silva, em Maranguape I, 91 alunos de 17 escolas da rede de ensino do Paulista receberam óculos de grau. A iniciativa faz parte do Programa Olhar Paulista, que é fruto da parceria entre o Lafepe e as secretarias municipais de Educação e de Saúde.

Essa é a segunda etapa da cessão. Na primeira, em junho, foram entregues 29 óculos aos alunos da rede municipal do Paulista. A ação deve contemplar cerca de 700 estudantes que receberão, gratuitamente, os óculos produzidos no laboratório pernambucano. A proposta visa potencializar o rendimento dos alunos em sala de aula, auxiliando na correção de problemas na visão.

Neste mês de setembro, o Olhar Paulista deu sequência à análise oftalmológica dos alunos. A cada sexta-feira, os estudantes passam por avaliação de especialistas do Centro de Visão de Pernambuco (CEVIPE). Detectada a necessidade do uso de óculos, o estudante é encaminhado para fazer a medição e escolher a armação. Para tanto, o laboratório pernambucano disponibiliza um técnico para acompanhar esta programação no CEVIPE, como forma de agilizar o atendimento das demandas.

foto-1-dsc_0590

Produção do Benznidazol atrai interesse da Secretaria de Saúde de Goiás

Em visita técnica ao Lafepe, na manhã desta quarta-feira, dia 14, a biomédica da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás, Liliane da Rocha Siriano, conheceu a área de fabricação do Benznidazol. Na sede do Lafepe, ela foi recepcionada pela diretora e a superintendente técnica, respectivamente, Bety Córdula e Roseane Clementino.

Por recomendação do secretário da pasta, Leonardo Moura Vilela, que esteve no Lafepe em junho último, a biomédica veio conhecer a expertise do laboratório pernambucano na fabricação do medicamento utilizado no tratamento do Mal de Chagas. Em Goiás, por ano, mais de 750 pessoas vão a óbito vítimas da doença.

Ainda em Pernambuco, Liliane Rocha esteve na Secretaria de Saúde do Estado, que tem uma iniciativa pioneira no enfrentamento às enfermidades negligenciadas. Trata-se do Programa Sanar, que tem como objetivo reduzir ou eliminar enquanto problema de saúde pública as seguintes doenças transmissíveis: tuberculose, hanseníase, esquistossomose, doença de Chagas, leishmaniose, filariose, geo-helmintíases e tracoma.

foto-1-img_20160914_111141153_hdr

Secretário do Ministério da Saúde elogia estrutura do Lafepe

O secretário da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (SCTIE/MS), Marco Antonio Fireman, esteve na sede do Lafepe na manhã desta segunda-feira, dia 12, onde foi recebido pelo diretor-presidente, Roberto Fontelles, e demais diretores.

Na visita técnica ao laboratório pernambucano, o secretário conheceu a estrutura do almoxarifado de material de embalagem, central de pesagem, sistema de tratamento de água, divisão de sólidos, controle de qualidade e ótica. “Foi uma boa surpresa. Uma unidade bem administrada, que segue os padrões de boas práticas. Uma estrutura muito organizada, com elevado padrão e bem servida de equipamentos”, disse o secretário ao final da visita.

“Mostra o comprometimento do Governo de Pernambuco com os planos apresentados. É uma grande plataforma de startup no campo farmacêutico, promovendo pesquisa no campo específico. O Lafepe tem tudo para ser âncora do segmento, na região”, complementou.

Durante a visita do secretário Marco Fireman, também foram apresentados os investimentos realizados e os projetos previstos para a expansão de áreas e, consequentemente, de produção de medicamentos. A médio prazo, o plano Lafepe contempla a iniciação de novos projetos de Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDP’s) para produção do Ritonavir termoestável 100mg, Tenofovir + Lamivudina 300 + 300mg (2 em 1) e Tenofovir + Lamivudina + Efavirenz 300 + 300 + 600mg (3 em 1); além da retomada da fabricação da Vitamina C 500mg – comprimido.

E, a longo prazo, o planejamento do Lafepe prevê a prospecção de novas PDP’s para medicamentos de alto custo e o desenvolvimento de novos medicamentos do componente básico: omeprazol, enalapril, metformina, sinvastatina, losartana, atenolol, dentre outros.

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde é responsável pela implementação das políticas de assistência farmacêutica, de avaliação e incorporação de tecnologias no Sistema Único de Saúde (SUS) e de incentivo ao desenvolvimento industrial e científico do setor. No âmbito da ciência e tecnologia, a Secretaria é responsável pelo estímulo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no país, de modo a direcionar os investimentos realizados pelo Governo Federal às necessidades da saúde pública.

foto-1-img_20160912_105906096

Circuito das Estações tem participação de equipe do Lafepe

Um grupo formado por 19 funcionários-atletas do Lafepe participou, no domingo, dia 11, da etapa Primavera do Circuito das Estações Caixa 2016. Com apoio do laboratório pernambucano, eles correram 5 quilômetros com saída e chegada no Forte do Brum – Recife Antigo. Na Categoria Masculino, o funcionário Paulo Roberto da Silva Cunha, da Divisão de Ótica, ficou com o terceiro lugar. Outros colaboradores do Lafepe também tiveram boas colocações.

Confira o tempo de cada um dos atletas Lafepe.

Nome Tempo
Bruna Alves de Souza 44:47
Carlos Frederico dos Santos 32:29
Cristiane Maria da Silva 35:06
Elias Ribeiro da Silva Filho 31:08
Ivanildo Batista da Silva 21:57
José Carlos Delgado Lima Júnior 29:56
José Henrique da Paz 29:56
Lívia Queiroz de Oliveira 39:27
Luciano Gomes da Rocha Júnior 34:25
Nathália Ventura de Almeida Itaparica 37:12
Patrícia Serpa Peixoto 42:52
Paulo Roberto da Silva Cunha 24:38
Paulo Roberto Ferreira 28:09
Rafael Leitão de Albuquerque Gonçalves da Silva 32:22
Renata Bezerra da Silva 36:33
Rodrigo de Oliveira Pereira 28:33
Silvano Herculano da Luz 40:35
Tiago Manoel de Souza Leite 27:31
Wladimir Machado do Espírito Santo 36:07

2-img-20160912-wa0008-copia

Estudantes da Faculdade São Miguel visitam o Lafepe

Alunos do 1º período do curso de Farmácia da Faculdade São Miguel visitaram o Lafepe na manhã desta quinta-feira, dia 08. No laboratório pernambucano, o foco era visualizar os aprendizados vistos em sala de aula, especificamente quanto à estrutura de equipamentos de segurança.

Como resultado desta visita, onde conheceram a fábrica de sólidos e a área de embalagens de medicamentos, os 14 estudantes devem produzir relatório para apresentação na disciplina de biosegurança, ministrada pela professora Cynthia Oliveira.

Ela, que acompanhou o grupo nesta programação, destacou que foi uma excelente oportunidade para conhecer o processo de produção de medicamentos até a sua embalagem, tudo seguindo as normas de segurança recomendadas. A professora destacou, ainda, que no próximo dia 15, retorna ao Lafepe, com outro grupo de alunos da Faculdade São Miguel, também do curso de Farmácia.

foto-1-img_20160908_111631083

Equipe do Lafepe participa do Circuito das Estações

O Circuito das Estações Caixa 2016, que tem mais de dez anos de existência, promove no domingo, dia 11, sua etapa Primavera. As corridas de 5 km e de 10 km têm largadas às 7h30, do Forte do Brum, no Recife Antigo. Os três primeiros colocados das provas, tanto na categoria Masculino quanto Feminino receberão troféus. Com o apoio do Lafepe, 22 funcionários-atletas participarão da modalidade 5 km. São eles:

  1. Bruna Alves de Souza
  2. Carlos Frederico dos Santos
  3. Cristiane Maria da Silva
  4. Deborah Bezerra Monteiro
  5. Elias Ribeiro da Silva Filho
  6. Ivanildo Batista da Silva
  7. José Carlos Delgado Lima Júnior
  8. José Henrique da Paz
  9. Lívia Queiroz de Oliveira
  10. Luciano Gomes da Rocha Júnior
  11. Mardson Carlos de Santana Santos
  12. Maria Roseane Clementino dos Santos
  13. Nathália Ventura de Almeida Itaparica
  14. Patrícia Serpa
  15. Paulo Roberto da Silva Cunha
  16. Paulo Roberto Ferreira
  17. Rafael Leitão de Albuquerque Gonçalves da Silva
  18. Renata Bezerra da Silva
  19. Rodrigo de Oliveira Pereira
  20. Silvano Herculano da Luz
  21. Tiago Manoel de Souza Leite
  22. Wladimir Machado do Espírito Santo

percurso-corrida

Bahiafarma tem o Lafepe como referência

A experiência do Lafepe na área administrativa motivou a visita de assessoras da Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos (Bahiafarma). Suely Couto e Francilene Andrade passaram a segunda-feira, dia 05, conhecendo a estrutura administrativa do laboratório pernambucano.

Elas visitaram as áreas de contabilidade, ambulatório, recursos humanos, arquivo, coordenação de farmácias, coordenação de vendas, fábrica de óculos, refeitório, rouparia, centro de treinamento e presidência. Também conheceram os galpões de armazenamento e o setor de pesagem de matéria-prima. As atividades internas de procedimentos e a metodologia adotada pelo Lafepe darão base para a Bahiafarma estruturar, na prática, suas próprias rotinas.

Foto 1 - IMG_20160905_140239878IMG_20160905_142228203IMG_20160905_140131110IMG_20160905_133946059IMG_20160905_134809495_HDRIMG_20160905_140410154

Lafepe é referência para laboratório gaúcho

O diretor-presidente do Lafepe, Roberto Fontelles, e sua diretoria, receberam na manhã da sexta-feira, dia 02, o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Renato Oliveira, e o presidente do Laboratório Farmacêutico do Rio Grande do Sul, Paulo Mayorga, que também preside a Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Oficiais do Brasil (Alfob).

Eles vieram conferir a experiência positiva do laboratório pernambucano em áreas estratégicas do segmento, dentre elas, a logística. Na reunião com a diretoria do Lafepe, os representantes do governo do Rio Grande do Sul conheceram a estrutura das fábricas, das farmácias e da produção de medicamentos e de óculos.

Depois do encontro, visitaram os galpões de armazenamento da matéria-prima para produção de medicamentos; estoque de embalagens; etiquetas e bulas. Na fábrica de óculos, acompanharam cada etapa.

A organização e métodos praticados pelo Lafepe, cujo foco é a garantia da qualidade de seus produtos, comercializados a baixo custo, mereceram elogios por parte do secretário Renato Oliveira. “Estamos em fase de estruturação do nosso laboratório oficial. A experiência do Lafepe é um referencial mais do que importante, é decisivo. Vai se transformar num making marketing de nosso processo”, enfatizou.

Foto 1 -IMG_20160902_112804136

Doença de chagas é tema de debate do MSF

“Doenças negligenciadas, das necessidades aos cuidados: uma história de luta pelo acesso à saúde” foi o tema do debate promovido pelo programa Médicos sem Fronteiras (MSF), na tarde da quarta-feira, dia 31, no auditório Ênio Cantarelli, do Pronto-Socorro Cardiológico de Pernambuco (Procape) Professor Luiz Tavares.

Na ocasião, o Lafepe foi representado pela coordenadora de Pesquisa e Desenvolvimento, Aila Santana, que falou sobre a estrutura do laboratório pernambucano e a produção do Benznidazol, usado para o tratamento da doença de Chagas. O Lafepe é o único laboratório público no mundo a produzir o medicamento, que em junho deste ano retomou a produção sem restrições.

Dados apresentados pela assessora de doenças emergentes do MSF, Lúcia Brum, indicam que há, no mundo, 6 milhões de pessoas infectadas pelo parasita Trypanosoma cruzi, causador da doença de Chagas. O MSF desenvolve projetos de atenção aos pacientes com a doença de Chagas desde 1999, tendo atuado em diversos países da América Latina, como Honduras, Nicarágua, Guatemala, Brasil, Colômbia, Paraguai, e, atualmente, México e Bolívia. A organização desenvolveu atividades também em países considerados não endêmicos, como o projeto desenvolvido na Itália para oferecer atenção médica a imigrantes infectados.

Pernambuco, um dos estados endêmicos, conta com um programa realizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) em parceria com o Ambulatório de Referência do Procape/Universidade de Pernambuco (UPE). Pioneiro no enfrentamento às enfermidades negligenciadas, o Programa Sanar desenvolve ações de diagnóstico precoce, tratamento e educação. Hoje, só no Procape, são tratados cerca de 2 mil pacientes.

Também participaram do debate o médico Wilson Oliveira Júnior, do Procape e da Casa de Chagas; Rafaela Demontes, do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan); e Alexandre Meneses, da superintendência do Programa Sanar, desenvolvido pela Secretaria de Saúde de Pernambuco. Profissionais da área de saúde e pacientes com o Mal de Chagas acompanharam atentos às discussões.

Foto 2 - IMG_20160831_164436405_HDR

Alunos de farmácia da FPS conhecem a estrutura Lafepe

Estudantes do 6º período do curso de Farmácia da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) estiveram no Lafepe na manhã da quarta-feira, dia 31. No laboratório pernambucano, eles conheceram os galpões de armazenamento da matéria-prima para produção de medicamentos, estoque de embalagens, etiquetas, bulas, até o produto final, pronto para distribuição junto ao mercado consumidor, o que inclui o Ministério da Saúde e as 37 farmácias da rede Lafepe.

Formado por sete alunos, o grupo conheceu, ainda, a tecnologia adotada pelo Lafepe para tratamento da água e as áreas onde são produzidos os medicamentos. Em cada espaço visitado, os estudantes puderam conferir o padrão de qualidade do laboratório pernambucano, que se tornou referência no setor farmacêutico e acadêmico.

Foto 1 - IMG_20160831_091850128

Óculos Lafepe são fornecidos para estudantes do Paulista

Visando potencializar o rendimento dos alunos em sala de aula, auxiliando na correção de problemas na visão, o Programa Olhar Paulista fechou a programação do mês de agosto com, aproximadamente, 180 crianças atendidas – sendo 60 estudantes por semana. Com faixa etária entre os 5 e 12 anos, os alunos da rede municipal do Paulista passaram, a cada sexta-feira do mês de agosto, por avaliação oftalmológica.

Depois de serem analisados por especialistas do Centro de Visão de Pernambuco (CEVIPE), os estudantes eram encaminhados para escolher a armação e fazer a medição dos óculos de grau com a marca Lafepe. O laboratório pernambucano disponibilizou um técnico para acompanhar esta programação no CEVIPE, como forma de agilizar o atendimento das demandas.

Esta é uma nova etapa do projeto, resultado da parceria do Lafepe com as secretarias de Educação e de Saúde do Paulista. Em setembro a ação continua nos dias 02, 09, 16, 23 e 30, sempre das 9h às 12h, no CEVIPE, instalado no 1º andar do prédio da Faculdade Joaquim Nabuco, no centro de Paulista. O Programa Olhar Paulista deve contemplar cerca de 700 alunos da rede de ensino municipal, que receberão, gratuitamente, os óculos de grau produzidos pelo Lafepe.

Foto 1 - IMG_20160826_103002155

Alunos de administração da ETE visitam o Lafepe

Na tarde da quinta-feira, dia 25, alunos do 3º ano do curso de Administração da Escola Técnica Estadual (ETE) José Alencar Gomes da Silva, no Janga, estiveram no Lafepe para conhecer a área de logística de armazenamento e de distribuição de produtos.

Os 27 alunos e dois professores tiveram a oportunidade de acompanhar, na prática, os procedimentos adotados pelo laboratório pernambucano que segue, à risca, os padrões de qualidade recomendados pela Anvisa. A rotina de procedimentos nos almoxarifados de matéria-prima e de produto acabado foi explicada aos estudantes durante a visita.

“Esta visita técnica complementa a nossa grade curricular que inclui as disciplinas de logística, administração de materiais e gestão de qualidade”, frisou a professora e coordenadora do curso de Administração da ETE, Camila Fraga.

IMG_20160825_152159207