lafepe-medicamentoslafepe-medicamentos

Consultores da OPAS/OMS visitam o Lafepe

Na manhã desta sexta-feira, dia 08, consultores da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) no Brasil, estiveram no Laboratório Farmacêutico do Estado de Pernambuco Governador Miguel Arraes (Lafepe). O propósito foi conhecer a estrutura do laboratório e sua capacidade de produção de medicamentos, especialmente do Benznidazol, usado para o tratamento da Doença de Chagas.

O Lafepe é o único laboratório público no mundo a produzir o Benznidazol, que em junho retomou a produção sem restrições. Esse novo cenário deve-se à recente conquista da Certificação de Boas Práticas de Fabricação (CBPF) para a fábrica de comprimidos, concedida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Vale destacar que o primeiro lote de Benznidazol produzido pelo Lafepe, contendo 250 mil comprimidos, foi liberado para o Ministério da Saúde, em Brasília.

No Lafepe, os consultores da OPAS/OMS, André Ulysses e Felipe Dias Carvalho, visitaram a área de armazenamento da matéria prima e de embalagem; o processo de manipulação e de produção do medicamento; além dos laboratórios de controle de qualidade e departamento de logística. Eles coletaram dados que servirão de subsídio para a elaboração de relatório que poderá impulsionar o retorno do Lafepe no mercado internacional.

André Ulysses e Felipe Dias Carvalho, que ficaram impressionados com a estrutura física e de equipamentos do laboratório, foram recebidos pelo presidente e o diretor comercial, respectivamente, Roberto Fontelles e Djalma Dantas. Na ocasião, Dantas informou aos consultores que o laboratório detém matéria-prima suficiente para produzir 2 milhões e 400 mil comprimidos de Benznidazol, num período de dois anos.

20160708_100254  20160708_104827

20160708_111524 (1)   IMG-20160708-WA0028

IMG-20160708-WA0035   20160708_103245