lafepe-medicamentoslafepe-medicamentos

Esquistossomose: SES mobiliza PSFs para reduzir alta incidência na RMR e zona da Mata

Fonte: www.panoramio.com/photos/original/7856718.jpg

Fonte: www.panoramio.com/photos/original/7856718.jpg

O Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde (SES), promove mais uma ação, em parceria o Programa Chapéu de Palha, em 10 municípios com maior incidência de esquistossomose. A idéia é capacitar os profissionais de PSF (médicos, enfermeiros, agentes comunitários e agentes de controle de endemias) da RMR, Mata Norte e Mata Sul no diagnóstico precoce, tratamento e orientação da população sobre a doença. As primeiras de uma série de aulas ocorrem nesta quarta e quinta-feira (03 e 04 de setembro), no Park Hotel, Boa Viagem, a partir das 9h.

A ação contemplará os seguintes municípios: Araçoiaba e Ipojuca (I Gerência Regional de Saúde); Aliança, Itaquitinga, Vicência e São Vicente Férrer (II Geres); e Amaraji, Cortes, Escada, Tamandaré, Belém de Maria, Gameleira, Rio Formoso, São Bento do Sul e Xexéu (III Geres). Além dos profissionais, especialmente os da zona canavieira, a população também será mobilizada sobre os primeiros sintomas da doença.

“Um dos municípios que mais nos preocupa é Araçoiaba, que possui um alto índice de esquistossomose (em torno de 30%). Os Agentes comunitários de saúde precisam entender que eles são atores da atenção primária e devem participar no controle dos tratamentos, evitando os inúmeros abandonos de tratamento, além da falta de tratamento”, diz o gestor de Atenção a Doenças de Veiculação Hídrica e por Vetores, Francisco Duarte.

A capacitação tem como objetivo melhorar a qualidade das ações de vigilância epidemiológica, o diagnóstico e o tratamento da doença. A meta é tratar 95% dos casos diagnosticados de esquistossomose nos municípios contemplados pelo Programa Chapéu de Palha. A capacitação será ministrada por técnicos da Vigilância Ambiental.