lafepe-medicamentoslafepe-medicamentos

Roche recolhe anti-retroviral

Matéria do dia 06/08 – Folha de Pernambuco SÃO PAULO (AE) – O laboratório Roche anunciou ontem que vai recolher do mercado brasileiro todos os lotes do medicamento Viracept, anti-retroviral que faz parte do coquetel para pacientes com HIV distribuído pelo governo brasileiro. Anteontem, a empresa já havia informado que iria retirar o remédio do mercado na Europa e em outras regiões após receber reclamações de que alguns lotes estavam apresentando um “odor muito estranho”.

No Brasil, dos 180 mil pacientes com Aids que usam o coquetel, somente cerca de nove mil adultos e 250 crianças tomam o Viracept (nome comercial do mesilato de nelfinavir). Em resposta à decisão da Roche, o Ministério da Saúde já distribuiu um comunicado para todo o serviço de saúde do País com indicação de remédios alternativos para substituir a droga. Os pacientes que fazem uso do medicamento também devem entrar em contato com os postos de saúde para receber a nova prescrição. As opções levam em conta se a pessoa é adulta, gestante ou uma criança.

Segundo Mariângela Simão, diretora do Programa Nacional de DST e Aids, há substitutos no mercado brasileiro tão eficientes quanto o medicamento que está sendo retirado pela empresa. O remédio, um inibidor de protease que reduz a velocidade de difusão do HIV pelo corpo, é distribuído no Brasil desde 1998 em comprimidos de 250 miligramas e em pó para uso pediátrico. No entanto, seu uso vem caindo nos últimos anos por causa da posologia. Mariângela lembra que são necessárias duas doses de cinco comprimidos ao dia enquanto outros remédios têm uma dosagem menor.

A Roche informou ter descoberto, após análise química detalhada, que os lotes do medicamento com odor forte continham níveis maiores que o normal de uma substância chamada ácido etil éster metanosulfônico. A empresa colocou dois números de telefone para esclarecer dúvidas (0800-7733-310 e 0800-7720-292).