lafepe-medicamentoslafepe-medicamentos

Pernambuco adere ao Programa de Farmácia Notificadora

Pernambuco adere ao Programa de Farmácia Notificadora

Pernambuco adere ao Programa de Farmácia Notificadora

Pernambuco aderiu ao Programa de Farmácia Notificadora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A capacitação realizada na última quinta-feira (11/09), no auditório Jorge Lobo, na UFPE, contou com a presença de farmacêuticos dos vários municípios.

O encontro teve como objetivo capacitar farmacêuticos para o exercício da farmacovigilância nas farmácias com vistas à melhoria da prestação de serviço à sociedade, sedimentar uma rede de notificações de casos suspeitos de efeitos adversos e queixas técnicas de medicamentos e estimular a prática da notificação voluntária por parte do usuário.

Na capacitação, os farmacêuticos tiveram a oportunidade de discutir a farmacovigilância, o processo de identificação e notificação dos medicamentos e estudos de casos clínicos com simulação de exercícios, considerando situações que possam ocorrer no dia a dia da farmácia.

Após a capacitação, os estabelecimentos que preencherem os requisitos exigidos recebem um selo do Programa; o que agrega ao estabelecimento um valor de utilidade pública, diferenciando das demais.

Como critérios para adesão é preciso que a farmácia esteja de acordo com as exigências da Vigilância Sanitária e do Conselho de Farmácia de Pernambuco; tenha farmacêutico presente durante todo o horário de funcionamento; participe da capacitação e firme termo de cooperação.

A capacitação em Farmácia Notificadora foi feita pelo CRF-PE em parceria com a ANVISA e teve a frente o gerente da Farmacovigilância/ANVISA, Dr. Murilo Freitas.

Para os farmacêuticos presentes, o treinamento foi uma oportunidade de inclui-los como agente de saúde no Sistema de Vigilância Sanitária como notificador ativo de problemas com medicamentos.

“Para nós o assunto é relativamente novo, o Estado não tem a prática de notificar. Um evento desta natureza, com orientações, nos dar a prática de notificar e a condição de fazermos uma intervenção”, comentou a farmacêutica da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, Tacina Estanislau

Segundo a Analista em Assitência Farmacêutica da unidade do Lafepe na estação Central do Metrô, Kátia Raquel, “Todas as farmácias do LAFEPE possuem farmacêuticos comprometidos, acima de tudo, com a promoção da saúde pública e com o uso racional de medicamentos, este é o primeiro passo. De agora em diante, vamos juntos com os nossos coordenadores lutar para vencermos as demais etapas, firmando os compromissos e as parcerias necessárias junto a ANVISA, APEVISA E CRF-PE, para sermos pioneiros em notificação no estado de Pernambuco e podermos contribuir para valorização da farmácia como um posto de saúde avançado”.